FANDOM


O destino das naves
Continues 9
Série Star Trek: Phase II
Número 17
Título original What Ships Are For
Data de lançamento 30 de julho do 2017
Episódios
anterior
Mais um Kirk
seguinte
Audaciosamente indo

Audaciosamente indo é o episódio 17 da série fanon Star Trek: Phase II. Estreou-se em 30 de julho do 2017.

Argumento Editar

Data estelar 6892.3. O capitão Kirk luta para ajudar uma sociedade dum mundo isolado cujos habitantes vivem numa forma muito peculiar. E neste mundo não existe a cor, portanto as imagens aparecem em preto e branco quando estão neste mundo.

Resumo detalhado Editar

72px-Portugu%C3%AAs.svg.png

Data estelar 6892.3. Depois de falarem com o almirante McGuinness, a USS Enterprise (NCC-1701) tem de ir a Hyalinus, um asteróide habitado por uma sociedade com escassa capacidade de dobra. Ao chegar à sala do transportador, o Montgomery Scott diz que está a esperar a ter uma janela de transporte. Quando se teletransportam o James T. Kirk, o Spock e o Leonard McCoy ao asteróide, encontram que tudo está em preto e branco…

No asteróide, apresentam-se o Galisti, líder do Conselho Interior, e a sua mulher Thaius. A Thaius olha ao Spock e pensa que ele é uma fêmea da Terra, mas o Spock diz que não se ofende. O Galisti diz que este é um momento triste, porque o seu povo extinguir-se-á. Por isso pediram ajuda. O Spock diz que não podem ver cores porque uma estranha radiação emitida pelo seu sol afecta os cones, as células do olho humano. Quando entram num edifício, uma rapariga chamada Sekara apresenta-se, e o Kirk apaixona-se por ela. Mas um homem chamado Tomiat apanha uma pistola e aponta à sua cabeça ameaçando a sua vida…

O Tomiat diz que trazer os oficiais da Frota Estelar é contrário à Esperança, e então o Spock aturde o Tomiat com o beliscão vulcaniano. A Sekara mostra o seu braço aos oficiais da Frota Estelar, e revela que não viverá mais dum ano. O McCoy diz que a tem de levar à enfermaria da Enterprise, e o Galisti e a Thaius aceitam. Na Enterprise, a Sekara começa a ver em cor e assusta-se, mas depois acalma-se. Numa reunião, o Spock diz que têm de anular a radiação solar usando uma sonda estelar que modificará o sol de Hyalinus. O Kirk ordena ao Spock e ao Hikaru Sulu que vão ao asteróide para examinarem a superfície. O Spock diz que os habitantes de Hyalinus têm a pele laranja e o cabelo negro, mas a Sekara tem a pele amarela e o cabelo roxo. Portanto, ela é alienígena. O Kirk ordena à Nyota Uhura procurar outro asteróide para saber de onde vem a Sekara. A Elise McKennah diz que não é prudente perguntar à Sekara de onde vem, já que possivelmente não o sabe. Mais tarde, a Sekara vem falar com o Kirk na sua habitação, falam da cor e finalmente beijam-se. Então a Uhura chama ao Kirk para dizer-lhe que encontraram o outro asteróide. Então duas pequenas naves aproximam-se de Hyalinus, e vêm desse outro asteróide. Mas as plataformas automáticas de Hyalinus activam-se e carregam as suas armas…

Depois de que a arma de Hyalinus dispare às pequenas naves, o Kirk destrói esta arma. O Conselho de Hyalinus quer falar com o Kirk sobre a destruição da sua arma, e o Kirk decide falar com a Sekara. Ela diz ao Kirk que as outras naves são abicianas, e querem entrar em Hyalinus sem permissão. A Sekara diz que os abicianos mataram os seus pais, mas o Kirk diz que há muitos abicianos em Hyalinus, e a Sekara também é abiciana. No entanto, a Sekara não quer acreditar nele. Em Hyalinus, o Kirk ordena ao Spock e ao Sulu voltarem à nave, e o Kirk fala com o Galisti para dizer-lhe que se alterarem a estrela de Hyalinus, todos verão as cores e distinguirão os abicianos. Mas o Galisti exige lançar a sonda que arranjará a estrela, seja como for. Falam da primeira directriz da Frota Estelar, de não interferir nas culturas que não inventaram o motor de dobra, e o Galisti diz ao Kirk que ele cumpriria essa diretriz embora toda uma população tivesse de morrer, e para a Frota Estelar essa ideia abstracta é mais importante do que um planeta cheio de gente viva e que respira, portanto não têm compaixão…

A sonda estelar está quase pronta, e o Kirk fala com a McKennah. Ela diz que o Kirk está com medo pela Sekara, já que quando souberem que é abiciana, odiá-la-ão e poderiam matá-la. Enquanto isso, o Scott e o Pavel Chekov estão a ensinar à Sekara a nave, e passam por engenharia. Mas a Sekara apanha uma arma e ameaça com disparar se não encontrarem outra maneira de arranjar o sol sem fazer com que todos vejam as cores. O Scott activa o intercomunicador e o Kirk ouve o que está a acontecer na secção de engenharia, e então o Kirk vem convencer a Sekara de que não há outra maneira. Em Hyalinus, o Kirk faz um discurso ante o Galisti dizendo que verão que há abicianos entre eles, e distingui-los-ão quando fizerem a sua missão de arranjar o sol. O Kirk diz que embora eles queiram que o seu povo seja totalmente pacífico, se não deixarem que os abicianos vivam em Hyalinus e quiserem enviá-los de volta ao seu mundo, não serão tão pacíficos, já que os abicianos também têm o mesmo problema e as mesmas doenças. O Galisti ignora tudo e diz ao Kirk que lance a sonda, e o Kirk diz que a lançou há 20 minutos. Todos começam a ver cores, e resulta que a Thaius também é abiciana. O Galisti vê que a Thaius o enganou, e ordena ao Kirk começar a varredura descontaminadora de Hyalinus. Mas o Kirk diz que não têm tempo, têm de fazer outra missão. Mas diz ao Galisti que os abicianos têm a tecnologia para a descontaminação da que os hyalinis precisam. Portanto, os hyalinis têm de pedir ajuda aos abicianos. Ao ver que a Sekara também é abiciana, o Galisti pensá-lo-á e termina o episódio.

72px-Brasil.svg.png

Data estelar 6892.3. Depois de falarem com o almirante McGuinness, a USS Enterprise (NCC-1701) tem que ir a Hyalinus, um asteróide habitado por uma sociedade com escassa capacidade de dobra. Quando chegam à sala do transportador, Montgomery Scott diz que está esperando a ter uma janela de transporte. Quando se teletransportam James T. Kirk, Spock e Leonard McCoy ao asteróide, encontram que tudo está em preto e branco…

No asteróide, são apresentados Galisti, líder do Conselho Interior, e sua mulher Thaius. Thaius olha para Spock e pensa que ele é uma fêmea da Terra, mas Spock diz que não se ofende. Galisti diz que este é um momento triste, porque seu povo se extinguirá. Por isso pediram ajuda. Spock diz que não podem ver cores porque uma estranha radiação emitida por seu sol afeta os cones, as células do olho humano. Quando entram em um edifício, uma garota chamada de Sekara se apresenta, e Kirk se apaixona por ela. Mas um homem chamado de Tomiat pega uma pistola e aponta para sua cabeça ameaçando sua vida…

Tomiat diz que trazer os oficiais da Frota Estelar vai na contramão da Esperança, e então Spock aturde Tomiat com o beliscão vulcaniano. Sekara mostra seu braço aos oficiais da Frota Estelar, e revela que não viverá mais de um ano. McCoy diz que tem que levar ela à enfermaria da Enterprise, e Galisti e Thaius aceitam. Na Enterprise, Sekara começa a ver em cor e fica assustada, mas depois consegue se acalmar. Em uma reunião, Spock diz que têm que anular a radiação solar usando uma sonda estelar que modificará o sol de Hyalinus. Kirk ordena a Spock e a Hikaru Sulu irem ao asteróide para examinarem a superfície. Spock diz que os habitantes de Hyalinus têm a pele laranja e o cabelo negro, mas Sekara tem a pele amarela e o cabelo roxo. Portanto, ela é alienígena. Kirk ordena a Nyota Uhura buscar outro asteróide para saber de onde vem Sekara. Elise McKennah diz que não é prudente perguntar a Sekara de onde vem, pois possivelmente ela não sabe. Mais tarde, Sekara vem falar com Kirk em sua cabine, falam da cor e finalmente eles se beijam. Então Uhura chama a Kirk para lhe dizer que encontraram outro asteróide. Então duas pequenas naves se aproximam de Hyalinus, e vêm desse outro asteróide. Mas as plataformas automáticas de Hyalinus se ativam e carregam suas armas…

Depois de que a arma de Hyalinus dispare às pequenas naves, Kirk destrói essa arma. O Conselho de Hyalinus quer falar com Kirk sobre a destruição de sua arma, e Kirk decide falar com Sekara. Ela diz a Kirk que as outras naves são abicianas, e querem entrar em Hyalinus sem permissão. Sekara diz que os abicianos mataram seus pais, mas Kirk diz que há muitos abicianos em Hyalinus, e Sekara também é abiciana. Porém Sekara não quer acreditar nele. Em Hyalinus, Kirk ordena a Spock e a Sulu voltarem à nave, e Kirk fala com Galisti para lhe dizer que se alterarem a estrela de Hyalinus, todos verão as cores e distinguirão os abicianos. Mas Galisti exige lançar a sonda que arranjará a estrela, seja como for. Falam da primeira diretriz da Frota Estelar, de não interferir nas culturas que não inventaram o motor de dobra, e Galisti diz a Kirk que ele cumpriria essa diretriz embora toda uma população tivesse que morrer, e para a Frota Estelar essa ideia abstrata é mais importante do que um planeta cheio de gente viva e que respira, portanto não têm compaixão…

A sonda estelar está quase pronta, e Kirk fala com McKennah. Ela diz que Kirk está com medo por Sekara, pois quando souberem que ela é abiciana, a odiarão e poderiam matá-la. Enquanto isso, Scott e Pavel Chekov estão ensinando a Sekara a nave, e passam por engenharia. Mas Sekara pega uma arma e ameaça com disparar se não encontrarem outra maneira de arranjar o sol sem fazer com que todos vejam as cores. Scott ativa o intercomunicador e Kirk ouve o que está acontecendo na seção de engenharia, e então Kirk vem convencer Sekara de que não tem outra maneira. Em Hyalinus, Kirk faz um discurso ante Galisti dizendo que verão que há abicianos entre eles, e os distinguirão quando fizerem sua missão de arranjar o sol. Kirk diz que embora eles queiram que seu povo seja totalmente pacífico, se não deixarem que os abicianos vivam em Hyalinus e quiserem os enviar de volta para seu mundo, não serão tão pacíficos, pois os abicianos também têm o mesmo problema e as mesmas doenças. Galisti ignora todo e diz a Kirk que lance a sonda, e Kirk diz que a lançou há 20 minutos. Todos começam a ver cores, e resulta que Thaius também é abiciana. Galisti vê que Thaius o enganou, e ordena a Kirk começar a varredura descontaminadora de Hyalinus. Mas Kirk diz que não têm tempo, têm que fazer outra missão. Mas diz a Galisti que os abicianos possuem a tecnologia para a descontaminação da que os hyalinis precisam. Portanto, os hyalinis têm que pedir ajuda aos abicianos. Vendo que Sekara também é abiciana, Galisti o pensará e termina o episódio.

Elenco Editar

Principais Editar

Convidados Editar

  • Steven Dengler como William Drake
  • Kipleigh Brown como Barbara Smith
  • Cat Roberts como Elizabeth Palmer
  • John de Lancie como Galisti
  • Elizabeth Maxwell como Sekara
  • Lex Lang como Kestric
  • Sandy Fox como Calliah
  • Anne Lockhart como Thaius
  • Mark Rolston como Almirante McGuinness
  • Jim Gleason como Tomiat

Baixadas Editar

Vídeo Editar

Star Trek Continues - Episódio 9 - O destino das naves (What Ships Are For) - em português

Star Trek Continues - Episódio 9 - O destino das naves (What Ships Are For) - em português

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-NC salvo indicação em contrário.